01 fevereiro 2016

LINHA CRECE PELO BOÉ

Oiiiii, tudo bem com vocês? Espero que sim. Hoje eu vim falar de uma linha muito conhecida no mundo dos blogs e que eu estou testando já faz algum tempinho.

A promessa da linha  Crece Pelo é de estimular o crescimento do cabelo, combater a caspa e a queda, tudo isso através da ação de uma combinação de extratos e ativos naturais. O item mais famoso da linha é o shampoo, muito conhecido pelo seu poder de limpeza e por ser transparente, mas existem outros cinco produtos. Apesar de eu ter usado apenas três o meu resultado foi o esperado.


O que é Crece Pelo


Crece Pelo é uma linha de produtos para o cabelo produzida pela Boé Cosmetics, empresa situada na República Dominicana (região do Caribe).

A escrita é essa mesmo, Crece Pelo ou CrecePelo e não “Cresce Pelo”, porque o nome do produto está em espanhol. A tradução literal é algo como “cresce cabelo”, mas a expressão crecepelo é bastante utilizada para se referir basicamente a qualquer produto que tenha o propósito de acelerar o crescimento dos cabelos.


O fabricante apresenta a linha Crece Pelo como um tratamento fitoterapêutico que ultiliza plantas, extratos e ativos 100% naturais para estimular o crescimento capilar.


Porém não significa que os produtos sejam 100% naturais, mas sim que eles contêm ingredientes naturais

Outros benefícios seriam evitar a descamação excessiva do couro cabeludo (caspa) e promover a saúde, beleza, vitalidade, suavidade e flexibilidade dos fios.



Quais são os produtos Crece Pelo

A linha é composta por seis produtos diferentes,porém eu vou falar apenas dos três que eu usei.

Shampoo

Shampoo Crece Pelo é o produto mais conhecido da linha. Ele é transparente, sem corantes e tem alto poder de limpeza a ponto de poder ressecar o cabelo se você usar demais.






Máscara de tratamento
A máscara de tratamento Crece Pelo tem cor esbranquiçada e uma textura cremosa e firme. Ela deixa os cabelos bem hidratados, macios e fáceis de desembaraçar.









Condicionador
Crece Pelo rinse balsam: Bálsamo de enxágue, equivalente a um condicionador também é branco, mas a textura é menos consistente que a máscara de tratamento. O efeito também é menos emoliente que o da máscara, mas ajuda a deixar os fios macios e soltos.






Composição: Extratos e ativos naturais


Louro (laurel): Antioxidante (pode proteger o cabelo da luz e conservar melhor a cor), cicatrizante, adstringente e antimicrobiano. Acredita-se que também melhore a circulação e a produção de colágeno na pele.


Urtiga (nettle ou ortiga): Bastante utilizada para combater a caspa, o excesso de oleosidade e a queda de cabelo


Arnica: Tem ação antiinflamatória, antimicrobiana, antifúngica e cicatrizante. É usada na homeopatia para tratar problemas relacionados ao couro cabeludo (como a caspa, oleosidade e queda de cabelo).


Bardana: Adstringente (ajuda a reduzir a oleosidade), antioxidante, antibacteriana e antiinflamatória.


Agrião (watercress ou berro): Rico em beta-caroteno, vitamina C, vitamina E e enxofre, que ajuda a controlar a oleosidade e a tratar a dermatite seborreica (e tem sido muito usado para estimular o crescimento capilar nos estados unidos).


Calêndula: É capaz de inibir a ação de uma enzima chamada COX-2: ela é associada a quadros inflamatórios, mas acredita-se que também possa estar envolvida nos casos de calvície.


Ginseng: Muito utilizado como estimulante e rico em antioxidantes, vários estudos indicam que o ginseng pode também estimular a divisão celular na papila dermal, onde os fios de cabelo são produzidos.


Hera (ivy ou hiedra): Empregada no tratamento de inflamações, seu efeito adstringente ajuda a combater a oleosidade e a caspa. Contém quercetina, que poderia inibir a produção de uma prostaglandina associada aos quadros de calvície (a PGD2).


Camomila (manzanilla): Tem efeito antibacteriano e antiinflamatório, e é bastante utilizada para ajudar a clarear os cabelos. Contém uma substância chamada apigenina, que pode estimular o crescimento capilar.


Limão (lemon ou limon): O extrato costuma ser utilizado para dar brilho ao cabelo (talvez porque a acidez ajude a fechar as cutículas dos fios) e também no controle da oleosidade e da caspa.


Pinho (pine ou pino): Tem atividade antiinflamatória e costuma ser usado no tratamento da psoríase, eczema e até mesmo contra pulgas e piolhos. É rico também em proantocianidinas: Possíveis estimulantes da fase anágena (etapa de crescimento ativo) dos cabelos.


Alecrim (romero): Muito utilizado para tratar problemas circulatórios, dores musculares e promover a cicatrização. O alecrim pode inibir a ação do principal hormônio causador da calvície.


Capuchinha (capuchina): Rica em vitamina C e antioxidantes e considerada um antibiótico natural, a capuchinha também é utilizada no costume popular para combater a queda e estimular o crescimento do cabelo.


Sálvia: Rica em vitaminas A, B, C, potássio, cálcio e antioxidantes, a sálvia também pode ajudar na regulação da oleosidade. É tradicionalmente utilizada contra a caspa e a queda de cabelo.


Tioxolona: Substância rica em enxofre, com propriedades adstringentes, antifúngicas e antibacterianas.


Leite de algodão (milk of cotton ou leche de algodón): Tem propriedades hidratantes, condicionantes e firmadoras, criando uma camada em torno dos fios que protege dos danos e dá brilho ao cabelo.


Fibro ativos: O gérmen de trigo tem vitaminas do complexo B, vitamina E, cálcio, ferro, magnésio e zinco, e o gérmen de soja é rico em isoflavonas (que podem ajudar no crescimento capilar e inibir a ação do hormônio envolvido na calvície).




                               Então é isso meus amores. Em breve irei mostrar o resultado de crescimento dessa linha fantástica nos meus cabelos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário